As tradicionais celebrações eucarísticas com a benção dos ramos serão realizadas de maneira virtual, devido à pandemia.

Devido à pandemia da COVID-19, muitas paróquias  mudaram-se para a Internet para se manterem conectadas. Deus está nos conectando fielmente às pessoas que Ele propositalmente colocou ao nosso redor. Nada, nem separação física, nem pandemia, pode nos separar do amor de Jesus Cristo, da esperança que compartilhamos Nele e da antecipação comemorativa de Seu retorno garantido. 

Nestes tempos incertos, quando nada se parece com o que esperávamos ou estamos acostumados, algo permanece imutável: Deus. Logo após o Domingo de Ramos, ao iniciarmos a Semana Santa – que sejamos constantemente lembrados de seu significado e valor para nossas vidas hoje. Aquele dia muito importante na história, quando Jesus começou sua jornada em direção à cruz . 

Este será um Domingo de Ramos incomum , com espaços fechados e muitas casas não distribuindo palmeiras por causa do surto de coronavírus. Por isso reunimos dicas para evangelização on-line da paróquia. 

1. Leia os relatos do Evangelho 

O cumprimento das Escrituras do Antigo Testamento por Jesus no Domingo de Ramos está registrado em todos os quatro relatos do Evangelho do Novo Testamento: Mateus 21, 1-11, Marcos 11, 1-11 , Lucas 19,  28-44 e João 12, 12-19. Podemos nos achegar a Deus lendo a verdade de Sua Palavra. As promessas das Escrituras, onde dois ou mais estão reunidos, Ele está com eles! A Escritura também diz que quando o buscamos de todo o coração, o encontraremos. Deus está…  perto! Quando Jesus entrou na cidade de Jerusalém no Domingo de Ramos, Ele era o Deus Filho que se aproximava de nós. Por causa do Seu sacrifício, Ele permanece com cada cristão por meio do Espírito Santo. 

Peça aos paroquianos para fazerem em casa a Leitura do evangelho do Domingo de Ramos, sugira-lhes que o façam em voz alta ou não, esta é uma maneira íntima de se aproximar de Deus e comemorar. 

Publique no site da sua paróquia uma reflexão referente ao Domingo de Ramos – fazendo referência às passagens dos Evangelhos. Sugestão de tema para a Palavra do Pároco: Bendito o que vem em nome do Senhor.

Grave um vídeo com no máximo 2 min e insira o link em anexo ao texto da Palavra do Pároco. 

Envie o link do texto, exemplo: www.nomedaparoquia.com.br/palavradoparoco, para os membros do conselho da paróquia. Peça que eles espalhem para os demais membros de pastorais e os demais para os paroquianos, amigos, familiares. Logo uma rede estará sendo montada. 

2. Oração e jejum

A oração e o jejum nos ajudam a focar e nos aproximar de Deus. O próprio Jesus orou e jejuou enquanto caminhava pela terra. 

“ Mas Jesus frequentemente se retirava para lugares solitários e orava .” – Lucas 5,16

“ Bem cedo, pela manhã, enquanto ainda estava escuro, Jesus se levantou, saiu de casa e foi para um lugar solitário, onde orou .” – Marcos 1,35

Nestes tempos de incerteza, aproximar-se de Deus traz cura e encorajamento para nossas almas. Reservar um tempo para sentar-se em oração com nosso Pai e sacrificar distrações a fim de nos concentrarmos n’Ele permite que nossa compreensão do significado de Jesus a caminho da Cidade Santa de Jerusalém no Domingo de Ramos seja aguçada. Oração e jejum são faces da adoração ao nosso grande Deus. Ele anseia por proximidade conosco, e somos preenchidos e acomodados por Sua presença.

Motive os paroquianos a se unirem em oração durante a Semana Santa em  determinado momento pelo fim da pandemia. Alguns horários são muito utilizados: às 15h por ser a hora da misericórdia ou às 18h dedicado sempre à Virgem Maria. Mas podem ser utilizados os horários próprios da celebração da Semana Santa. 

Importante: potencialize o site para download de materiais para oração em comum. 

Publique um texto na parte de conteúdo do site explicando e motivando as pessoas para esse momento de oração. 

3. “Vá” para a Igreja

“E consideremos como estimular-nos mutuamente ao amor e às boas obras, não deixando de nos reunir, como é o hábito de alguns, mas encorajando-nos mutuamente e tanto mais à medida que se aproxima o Dia”.  Hebreus 10, 24-25 

A quarentena não impediu que a igreja se reunisse. Os líderes fiéis da igreja têm estabelecido uma presença on-line da igreja muito antes da necessidade que enfrentamos agora. Conectar-se com a igreja local e sintonizar-se com a verdade que Deus está falando por meio de líderes locais, em todo o país e no mundo nunca foi tão fácil. Na verdade, qualquer pessoa com um smartphone pode sintonizar na palma da mão. Não é um substituto para o encontro físico. Mas, nestes tempos de incerteza, sentimos que estamos juntos, embora estejamos separados. Sintonize e celebre com irmãos e irmãs em Cristo. Embora possamos não nos conhecer ou não estar próximos um do outro fisicamente, agora mais do que nunca nos sentimos conectados por meio de Cristo. 

Indique quais orientações a sua Arqui(Diocese) está determinado. Algumas, por exemplo, estão pedindo que as comunidades não fechem as portas durante o domingo em um determinado horário, por exemplo de 08 às 12h para as pessoas fazerem suas orações individuais e comungarem. Tudo de acordo com as orientações sanitárias sugeridas pelas autoridades públicas. 

Faça um post de conteúdo com texto para o site e aplicativo explicando as orientações da paróquia. Com esse link os seus paroquianos receberão um link oficial, evitando quaisquer fake news que estão sendo espalhadas em nome das paróquias. 

4. Reúna “Ramos”

“Quando ele se aproximou do lugar onde a estrada desce o Monte das Oliveiras, toda a multidão de discípulos começou a louvar a Deus com alegria em alta voz por todos os milagres que haviam visto:”   Lucas 19,37

Essa é uma data muito especial para a Igreja. Na medida do possível a casa dos paroquianos deve “tornar-se uma Jerusalém”, por isso é importante que haja ramos. 

  • Dependendo de onde moramos, pode ser possível sair de casa e colher palmas [ramos].
  • Sugira usar músicas e celebrar agitando as palmas nas varandas, sacadas e na porta de casa. Explique nas paróquias a história significativa no aceno vitorioso das palmas das mãos. 
  • Para quem não tem acesso a palmeiras de verdade, podemos olhar para as flores que despontam e celebrar a vida que vem do solo no tempo de Deus, independentemente da calamidade que nos cerca. 
  • Algumas dicas para as famílias que possuem crianças:
  • Podemos desenhar palmas, imprimir fotos para celebrar a entrada de Cristo na “Cidade Santa”. 
  • Considere a encenação do desfile por Jerusalém. Cantem canções de adoração juntos. 

5. Enfeitar janelas, preparar a “calçada” 

“Sempre que o arco-íris aparecer nas nuvens, eu o verei e me lembrarei da aliança eterna entre Deus e todas as criaturas vivas de todo tipo na terra.” Gênesis 9:16

Há muitas atividades que podemos usar para celebrar o Domingo de Ramos na casa dos seus paroquianos. Não importa a idade, essas atividades podem trazer alegria para o coração e inclusive para os vizinhos. 

  • Muitos poderão colocar “ramos” em suas janelas como um sinal de esperança. Qualquer pessoa pode participar e talvez possamos adicionar uma cruz para nos lembrar em quem colocamos nossa esperança. 
  • Prepare a “calçada” com as verdades das escrituras do Domingo de Ramos e imagens que representam este dia: um burro, palmas, Jesus, notas musicais e a palavra “Hosana”. Para todos os que trilham esse caminho, eles testemunharão a verdade de Deus e a celebração do Domingo de Ramos.
  • Coloque panos nas janelas seja um dia festivo. Reúna a família [os moradores da casa]  e tire fotos e testemunhe sua fé pelas redes sociais, motive seus seguidores a também expressar a fé em Jesus Cristo.  

Lembre-se: as promessas de Deus permanecem verdadeiras. Seu amor reina. Seus propósitos são bons. A Palavra de Deus será estabelecida nesta terra. Pandemias não vão impedir o evangelho. Basta ver como estamos encontrando maneiras criativas de nos unirmos, embora estejamos fisicamente distantes.

O amor é imparável porque Deus é amor neste ano, ao celebrarmos o Domingo de Ramos em nossas residências e em todas as telas virtualmente, podemos antecipar os abraços e os cumprimentos que virão novamente. Isso não vai durar para sempre, mas as promessas de Deus vão se cumprir. 

É tempo de esperança. 

Precisa melhorar sua comunicação paroquial? Fale com nossos especialistas e descubra como podemos te ajudar.

Deixe um comentário