Como a tecnologia muda rapidamente, muitas paróquias e Arqui(dioceses) lutam para a acompanhar. Existem três fatores principais que dificultam a capacidade de usar as tecnologias de informação de forma eficaz em nossos ministérios. São bloqueios que impedem a evangelização pela internet.

Problema nº 1 – Falsa ideia de custos elevados

Se o valor de um serviço profissional é alto, você não imagina o quanto você gastará com um amador. Ter um site ou aplicativo online é um gesto de comunicação institucional que necessita de uma equipe profissional para dar total assessoria. Contudo, o custo de uma startup ou agência pode ser absorvido pelos patrocínios utilizados no site, é, portanto, uma forma dele poder ser auto sustentável.

Uma dica importante é não pagar apenas o valor de setup ou investimento inicial, opte sempre por um plano de mensalidade, porque ele cabe dentro do orçamento paroquial.

Nós do Paróquia.site não cobramos pelo valor de setup ou investimento inicial. Por apenas R$ 95,00 por mês é possível que sua paróquia tenha em mãos um site.

Problema nº 2 – Resistência à mudança

“É muito difícil”, disse o secretário paroquial. “É assim que sempre fizemos.”

Estes comentários nos deixam abismados! Escutamos isso em centenas de paróquias. No mundo real, se um funcionário falar isso ao seu empregador, ele pode estar desempregado no dia seguinte.

Nossos padres e bispos nos ensinam a fé e esperam que ouçamos, estudemos, aprendamos e façamos perguntas. Estes princípios também são válidos quando se trata de aprender a usar um novo software, usando mídias sociais, por exemplo.

Seja empreendedor. Esteja disposto a aprender. Um sacerdote aposentado de 80 anos, de uma Diocese, recentemente se atualizou para um smartphone.

“Não sei o que estou fazendo agora, mas vou descobrir logo,” ele disse enquanto olhava para o novo telefone com tela de toque. No final da semana, ele estava enviando e-mails, mensagens de texto, compartilhando fotos, baixando aplicativos e fazendo pesquisas no navegador do telefone. Foi tudo uma novidade para ele. É tudo uma questão de atitude, então reserve um tempo e aprenda.

Problema nº 3 – Falta de paciência

Para aqueles, como nós, que são bons com tecnologia, geralmente acabamos sendo o maior obstáculo para quem está tentando aprender. Precisamos nos lembrar de ser extremamente pacientes ao ajudar os outros.

Paciência. É um conceito simples, mas difícil de executar. Se sua paróquia ou (arqui)diocese puder lidar com essas questões-chave, você estará em uma posição muito melhor para conduzir seu ministério a um novo nível. Usar mídia social, marketing eficaz e desenvolver um site e aplicativo levam tempo. Veja o seu tempo como um investimento e certifique-se de que está obtendo um bom retorno.

Quais são as preocupações ou problemas que surgem na sua paróquia em relação à tecnologia?

Deixe um comentário

0800 292 7000