Um texto bem escrito é essencial para garantir a clareza e a qualidade do conteúdo postado nos canais de mídia da paróquia. Seja em um boletim informativo impresso, em um blog ou em uma rede social, um texto bem escrito pode atrair a atenção do leitor e envolvê-lo no assunto a ser explorado. 

Embora os membros da equipe de comunicação nem sempre recebam treinamento em cursos como jornalismo e literatura, que têm como foco a redação, eles podem escrever excelentes artigos baseados no estudo da língua portuguesa e na aplicação de algumas técnicas simples, que listamos abaixo. 

1
Sem clichês e partes desnecessárias

Você talvez tenha pensado que esta lista começaria com a dica “Leia mais”, certo? Afinal, expandir o alcance da leitura pode realmente nos ajudar a escrever melhor, e não há problema. A questão é que você encontrou essas informações muitas vezes em outro conteúdo, por isso queremos excluí-las. Ao escrever um texto, faça o seguinte: Elimine clichês e parágrafos desnecessários.

2
Com Objetividade 

Devido ao uso extensivo da tecnologia digital, a capacidade média de atenção das pessoas está diminuindo. Pesquisa realizada pela Microsoft mostra que isso equivale a apenas 9 segundos, o que tornará os humanos menos focados do que peixes dourados (10 segundos). Portanto, além de reduzir o texto redundante, você também deve permanecer objetivo. Evite escrever parágrafos que atrasem o tópico. Do contrário, você acabará entediando o leitor e o texto será descartado no meio do caminho.

3
Torne a leitura de texto mais fácil

Conforme explicamos no tópico anterior, o comportamento dos leitores na Internet tende a ser mais disperso. Portanto, é muito importante tornar o texto de fácil leitura. Aposte em parágrafos curtos, use descrições de imagens ou conteúdo complementar, destaque partes importantes em negrito e depois divida o texto em legendas. Independentemente dos recursos utilizados, a ideia é tornar a leitura mais dinâmica e divertida.

4
Reúna-se com os leitores

Ao gerar o texto, lembre-se de que você não está escrevendo para si, mas para um público específico. É por isso que é importante entender a imagem da pessoa com quem você está falando. Eles são Cristãos? Novos Paroquianos? A fé está madura? Desviados do evangelho? Ter um conceito muito claro o ajudará a identificar a principal dor do leitor, avaliar se ele pode acessar a ideia e se o conteúdo atende às suas necessidades.

5
Manter a coesão e consistência

Se você deseja aprimorar suas habilidades de escrita, certamente encontrará os conceitos de coesão e coerência em sua pesquisa. Esses elementos são muito importantes na construção do texto e, juntos, garantem que o conteúdo seja claro e de fácil compreensão.

Para avaliar se um texto é coerente e coerente, primeiro você precisa saber o significado de cada termo, pois eles não são a mesma coisa. A utilização de elementos coesos visa garantir a ligação entre as frases e os parágrafos do texto. A coerência também está relacionada ao significado do texto, ou seja, está relacionada à qualidade das conexões entre as ideias.

Se você já conhece os conceitos, concentre-se na definição de uma solução lógica e garante que ela é expressa de forma coerente, isto é, que as declarações sejam conectadas entre si. Use elementos de conexão (portanto, etc. ) e use pronomes para evitar a repetição dos substantivos já mencionados. Assim, o leitor pode acompanhar o texto com muito mais fluidez. 

6
Evite repetir palavras

Palavras repetidas em pequenos intervalos espaçadores para tornar o texto exaustivo, o que pode remover o leitor do conteúdo. Para evitar condições repetitivas, consulte um dicionário de sinônimo. Se a língua portuguesa tiver com o mesmo significado para palavras infinitas, por que não usar a favor?

7
Corra das palavras difíceis 

Palavras complexas e estrangeiras de expressão devem ser evitadas para um máximo. Além de impedir a compreensão do leitor, você pode dar ao público uma imagem arrogante. O mesmo vale para o famoso “Cristbbs”: as condições características do mundo do evangelho podem confundir ou poluir um leitor não-cristão. Se você não puder desistir dessas palavras ou expressões, não se esqueça de representar o significado e especifique exemplos adequados para o seu contexto e sua inscrição. 

8
Encontrar boas referências sobre o assunto

Ainda que o tema que você está escrevendo faz parte do seu cotidiano, não se deixe seduzir pela zona de conforto e busque referências ao assunto. Desta forma, você pode se certificar de que o texto não é reduzido a sua “bolha”, enriquecendo os argumentos usados  aumentando a autoridade de conteúdo. 

9
Hierarquize as informações 

Para escrever o texto, ordenar as informações de acordo com o grau de relevância. Sugerimos que você use a tecnologia de pirâmide invertida. Usado em textos jornalísticos, consiste na primeira apresentação das informações mais importantes e da informação menos importante. 

A grande vantagem da técnica de pirâmide invertida é que o leitor tenha um termo que logo será lembrado depois de ler o primeiro parágrafo (ou o lead, como échamada a abertura do texto jornalístico. Desta forma, ele pode aderir e identificar logo se este assunto é interessante ou não. 

Para aplicar essa técnica, é importante que você use o primeiro parágrafo de texto para responder a seis perguntas:

  • O que? (O que aconteceu ou aconteceu?
  • Do que estamos falando?) Com quem estamos falando?)
  • Quem? (Quem participou da ação?)
  • Quando? (Quando aconteceu ou se o fato acontecer? Digite a data e a hora. )
  • Ou? (Onde isso acontece? Digite o lugar.)
  • Como? (Como foi o fato? Dar mais detalhes.)
  • Porque? (Qual é o objetivo do evento? Esclareça as motivações do evento.)

Você não precisa escrever muito para responder a perguntas. De fato, a recomendação deve ser reembolsada ao máximo. No exemplo a seguir, você encontrará como pode manter a liderança completa. 

10
Verifique o texto 

No momento que o texto está pronto, é hora de verificar, mas não imediatamente. Aguarde algumas horas ou verifique o conteúdo no dia seguinte. De fato, se você escrever um texto, você pode estar cansado, e isso reduz suas chances de identificar erros. 

Leia o conteúdo em voz alta no momento da revisão. Isso automaticamente você já presta mais atenção aos detalhes, identifica as repetições da palavra e avalia a consistência entre parágrafos muito mais fáceis. 

Uma outra dica é pedir a alguém para ler o texto e dar uma opinião sincera sobre ele. Isso ajuda você a identificar erros que antes passavam despercebidos e dá a eles uma ideia de como será o público que irá receber. Esteja aberto para aceitar comentários negativos e usá-los para melhorar a qualidade do conteúdo. 

Sua paróquia precisa de ajuda na comunicação?

Um aplicativo e site paroquial vai fazer muito diferença!

Deixe um comentário