Este será  um ano verdadeiramente especial para a catequese, a cultura digital chegou e por incrível que pareça, chegou e ficou. Temos que nos reinventar. Não será temporário. E aí o que fazer com esse desafio de implantar a catequese digital, por onde começar? 

O primeiro passo é não ter ilusão que 2021 voltaremos ao “normal”. Não. Não voltaremos!  Esse ano será híbrido. Teremos momentos presenciais e muito distanciamento social com catequese on line. 

Esse ingrediente digital pode fazer esse ano incrível. Enquanto escrevemos isto, escolas e paróquias ainda estão decidindo sobre as opções. Para a educação de seus filhos, os pais estão escolhendo entre:

  • Aulas presenciais com distanciamento social
  • Aulas Online
  • Escola em casa

Quando se trata de catequese paroquial voluntária, ouvimos pouco sobre as paróquias que estão se preparando para a aprendizagem digital na catequese este ano.

Faculdades e escolas estão se concentrando em tantos modelos diferentes. Não vou presumir saber qual é o melhor. Também não diremos qual currículo funcionará melhor em um modelo doméstico. Não importa qual modelo você projete para sua paróquia, tenha em mente nossa principal prioridade:

PRIORIDADE # 1: ENCONTRO EM RELAÇÃO À EDUCAÇÃO

Já posso imaginar as reclamações dos pessimistas sobre outra geração de crianças mal catequizadas devido ao impacto do coronavírus. Já posso ouvir o medo de que as crianças não aprendam os ensinamentos da Igreja com a catequese virtual.

Vamos deixar algo muito, muito claro sobre a catequese:

O objetivo da catequese é cultivar um encontro com Cristo, NÃO apenas uma educação sobre as doutrinas.

Crescimento acadêmico não é o mesmo que crescimento catequético ou crescimento espiritual.

Nossas prioridades na educação religiosa serão diferentes de todas as outras formas de educação online.

A catequese não é como a matemática. Não é como ciências, história, literatura ou qualquer outra matéria que os alunos estudem este ano.

Essas três citações de nossos papas mais recentes devem nos inspirar a fazer a catequese de maneira diferente de outras formas de educação:

“O objetivo definitivo da catequese é colocar as pessoas não só em contato, mas em comunhão, na intimidade, com Jesus Cristo”. São João Paulo II

“Ser cristão não é fruto de uma escolha ética ou de uma ideia elevada, mas do encontro com um acontecimento, uma pessoa, que dá à vida um novo horizonte e uma direção decisiva”. Papa Bento XVI

“Nos lábios do catequista deve ressoar continuamente o primeiro anúncio: ‘Jesus Cristo te ama; ele deu a vida para salvá-lo; e agora ele está vivendo ao seu lado todos os dias para iluminar, fortalecer e libertar você. ‘” Papa Francisco

Cada dia, cada classe, cada aluno, um encontro com Cristo.

Temos pensado muito sobre isso. “Classe” tem um novo significado este ano. Agora que muitos de nós estamos mudando para novos modelos de educação fora da sala de aula, estaremos reformulando nossa visão de maneira um pouco diferente:

Cada criança, cada dia: um encontro com Cristo

Quer você seja um catequista, padre ou líder paroquial, esta deve ser a visão que buscamos neste ano.

No final do ano, nossas famílias devem fazer um retrospecto da associação com a catequese paroquial e ver como cresceram na fé.

Eles vão olhar para trás com orgulho sobre as informações que seus filhos aprenderam?

Ou encontrarão paz na maneira como a fé católica levou seus filhos a conhecer e amar a Jesus Cristo. Eles serão capazes de ver seu próprio crescimento espiritual?

Nosso relacionamento com Cristo cresce por meio de encontros constantes e diários que transformam nossas vidas de maneiras pequenas e profundas.

PRIORIDADE # 2: PARCERIAS COM OS PAIS

Se as Paróquias convidam as famílias e as crianças para uma catequese virtual em suas casas, temos que pensar criticamente em dar-lhes maneiras criativas e simples de encontrar Cristo em casa. 

A catequese deve ir além do currículo a seguir ou de uma lista de verificação de informações para memorizar em um teste online.

Em vez disso, temos que perguntar como podemos ajudar os pais a incorporar na vida diária de seus filhos oportunidades de encontrar o Senhor Ressuscitado. Todo dia.  

Que oportunidade !!

Esta é uma das maiores oportunidades de uma catequese eficaz em nossas vidas!

Uma parceria forte com os pais sempre foi ideal, mas agora é absolutamente essencial.

Sem participação dos pais = Sem catequese

Não podemos mais nos esconder em nossas “salas de aula” de catequese. 

Agora, mais do que nunca, o catequista desempenha o papel de companheiro e acompanhante, em vez de professor.

A palavra catequese vem do grego e significa ” fazer eco da fé “, significando que a catequese ou transmissão da fé é um processo interativo no qual a Palavra de Deus ressoa entre o proclamador, aquele que recebe a mensagem, e o Espírito Santo!

Na plataforma do Paróquia.Site seu Aplicativo e Site Paroquial é possível criar uma página exclusiva para cada área, por exemplo, www.paroquianome.com.br/catequese  onde é possível organizar por temas específicos, conteúdos dos encontros e incluir textos, fotos e links dos vídeos. 

Os paroquianos poderão assistir e participar dos encontros a qualquer hora, em qualquer lugar e de qualquer dispositivo.

Este tempo de circunstâncias extraordinárias nos chama a ser flexíveis, compassivos e criativos … e, ao mesmo tempo, reconhecer que agora também somos abençoados com a oportunidade de investir em nossos paroquianos, equipando-os com ferramentas para liderar familiares e amigos na fé e colaborando com eles de uma maneira nova.

Esperamos que as opções virtuais permitam às paróquias “lançar uma rede mais ampla”, convidando todos a participar na formação da fé. Estender a mão a todos os paroquianos com um novo zelo e metodologia é o foco do Paróquia.Site ao restabelecer relacionamentos com os paroquianos.

Mantenha a catequese da sua paróquia virtual consistente, conectada e atualizada. 

Se você entende a importância de manter a catequese mesmo no ambiente digital. Fale agora mesmo com nossos especialistas e agende uma conversa.

Deixe um comentário

0800 292 7000